Elementos dos signos: cálculo no mapa astral e tudo sobre o assunto!

Os elementos dos signos são vitais para o entendimento das características base de alguém. Eles fazem parte da construção de quem somos, da manutenção da vida na Terra e também dizem muito sobre o nosso comportamento no dia a dia.

Antes de mais nada, é preciso esclarecer porque esse conceito é tão importante para a astrologia e porque você deve entender mais sobre o assunto.

Na verdade, a origem do nosso planeta é o fator que conecta os quatro grupos do Zodíaco, que recebem representação dos quatro elementos fundamentais.

Nós fomos formados pela matéria que compõe a Terra, embora a maior parte das pessoas nem ao menos pare para pensar nisso.

Inicialmente, nosso planeta era formado por uma milhares de explosões, desencadeando em uma imensa bola de fogo.

A partir daí, houve o resfriamento as chamas deram lugar às rochas, que ao longo dos bilhões de anos, se transformaram no solo que conhecemos.

Já a água e o ar foram são fonte do equilíbrio entre os gases que compõe nossa atmosfera, criando um ciclo sem fim.

Todos nós precisamos de todas essas substâncias para sobreviver, pois é delas que provém o nosso sustento e condições metabólicas ideais.

Assim, o ideal é que elas estejam sempre em equilíbrio e harmonia. No entanto, nem sempre é o que acontece, o que tem consequências para nós como indivíduos.

Como os elementos dos signos influenciam nossa vida?

Cada uma das matérias tem sua importância, poder e influência. Embora o signo solar (aquele que representa o período do ano em que nascemos) seja determinante para nos enquadrar dentro da personalidade dos signos principais, agrupando fatores essenciais, essa não é a única referência de um mapa astral.

Aliás, um mapa astral mostra diversos posicionamentos de planetas e dos signos do Zodíaco dentro do momento o qual nascemos, sendo que todos eles estão presentes no documento.

Isto posto, existe atuação de todos os elementos fundamentais na vida de uma pessoa, despertando comportamentos únicos.

Evidentemente, com predominância do elemento base, conforme citamos anteriormente.

Mas é o conjunto dessas forças que compõe a diversidade que conhecemos (e amamos) na sociedade.

Quando existe ausência ou predominância de um determinado elemento no mapa astral, isso representa um sinal de alerta. Afinal, ninguém vive só de ar, de água, de calor ou de cultivo, correto?

Trabalhar o autoconhecimento e buscar por compensações ao que sobra ou falta é o caminho para uma vida mais plena e balanceada.

A luz e a sombra de cada elemento

Basicamente, toda tríade possui elementos em comum.

Os signos de Fogo, por exemplo, são mais ligados às ações e tempestuosidades. Por outro lado, os signos de Terra se mostram práticos e estáveis.

Em seguida, os signos de Ar, que pertencem ao campo das ideias e almejam sempre a liberdade. E por fim, os signos de Água, conectando-se às emoções e ao misticismo.

No entanto, tudo nessa vida tem o seu lado bom e “ruim”, né?

Quando ocorre o exagero de algum aspecto, a pessoa pode ter problemas em lidar com a própria personalidade ou com o que estão à sua volta ou até mesmo desenvolverem problemas de saúde.

Falamos mais sobre isso em cada um dos grupos (Fogo, Terra, Ar e Água, com os links mais acima), listando o que a falta e excesso de cada um dos elementos dos signos pode causar e em como equilibrar essa força.

Contudo, um resumo sobre desafios e potencialidades seria:

FOGO
Luz: entusiasmo, otimismo, poder de ação;
Sombra: egocentrismo, impulsividade, orgulho;

TERRA

Luz: realismo, perseverança, concretização;
Sombra: inconsciência; materialismo, lentidão;

AR

Luz: dialética, sede por conhecimento, versatilidade;
Sombra: individualismo, instabilidade, teimosia;

ÁGUA:

Luz: sensibilidade, intensidade, imaginação;
Sombra: ressentimento, apatia, ansiedade;

A seguir, veja como identificar cada aspecto no seu mapa astral!

Como calcular cada elemento dos signos no mapa astral?

Primeiramente, você precisa ter em mãos o seu mapa astral, que servirá como guia.
Caso você ainda não tenha o seu, não se desespere!

Você pode consultar gratuitamente por meio de sites como o Personare ou Astrolink, por exemplo. Porém, não se esqueça: será necessário saber o local, data e horário do seu nascimento, ok?

Com as informações em mãos, você pode se basear no cálculo abaixo. Ele foi orientado pela astróloga Cláudia Lisboa, e serve como referência para entender o peso de cada material.  

Recordando que, para saber qual é o elemento da respectiva casa astrológica / posição, você deve seguir a lógica:

Anote a relação entre signo x astro abaixo. E atenção: a soma deve dar sempre 24!

Desse modo, os posicionamentos que tem maior impacto na nossa vida recebem maior peso e assim sucessivamente.

Entenda, no entanto, que nem sempre haverá falta ou excesso expressivos: para que isso ocorra, é necessário que a proporção de um elemento salte aos olhos, tanto para mais quanto para menos.

Gostou? Então veja o resumão que fizemos sobre os signos do Zodíaco e suas características:

elementos dos signos - tabela com todos os signos e características

Presente astrologia

Se você é como a gente e AMA os astros, olha só que alegria o que a gente lançou!

São os quadros dos signos: várias opções para você prestigiar o seu signo solar como ele merece!

banner do quadro dos signos

Você pode optar pela representação das Constelações do Zodíaco ou então, o símbolo que o representa.

Coisa linda, né? Crie já a sua versão e homenageie quem você ama com um presente lindo e cheio de personalidade. 😉